domingo, 9 de junho de 2013

QUEM FOI BETSABÁ?

 Betsabá era hitita, os hititas eram um povo indo-europeu que, no II milénio a.C., fundou um poderoso império na Anatólia central (atual Turquia), cuja queda data dos séculos XIII-XII a.C.. Em sua extensão máxima, o Império Hitita compreendia a Anatólia, o norte e o oeste da Mesopotâmia até a Palestina.
Chamavam-se a si próprios hatti, e a sua capital era Hattusa ou Hattusha.
A Bíblia se refere aos "hititas" em diversas passagens. Em Gêneses 10:15 (a tabela das nações) há a citação do primeiro antepassado dos hititas, "Hete". Filho de Canaã.
Os hititas são contados desse modo entre os Cananeus. São descritos geralmente como pessoas que viveram entre os Israelitas entretanto possuíam seus próprios reis, e eram suficientemente poderosos para pôr um exército sírio em fuga segundo o registro bíblico. Urias, marido de Betsabá, era hitita segundo a Bíblia (Segundo Livro de Samuel).
Enquanto os soldados lutavam contra os amonitas, Davi ficou impressionado com a beleza de Betsabá ao vê-la banhar-se e a seduziu, uma transgressão perante a lei mosaica e um pecado segundo os olhos de Jeová (ou Javé), o Deus de Israel.
BetsabáPara tentar encobrir sua transgressão, Davi chegou a cometer outro pecado, expondo Urias à morte em uma batalha, reduzindo suas chances de sobreviver (II Samuel 11). Bate-Seba estava grávida de Davi e, após a morte de seu marido Urias, ela tornou-se uma de suas esposas.
Devido ao fato, Davi foi repreendido por Deus através do profeta Natã e veio a se arrepender. No entanto, o menino que nasceu dessa gravidez adulterina morreu por juízo divino (II Samuel 12:15-18), o que deixou Davi profundamente abatido.
 Davi teve com Betsaba mais quatro filhos, incluindo Salomão, que sucedeu ao trono de Israel (I Crônicas 3:5) e cumpriu a promessa de construir um templo para Deus.
Quando Davi estava quase morrendo, Adonias reivindicou para si a sucessão ao trono de Israel, mas Betsabá e o profeta Natã convenceram Davi a instalar Salomão como rei (I Reis 1:5-40).
Bate-Seba é mencionada na genealogia de Jesus Cristo, em Mateus 1:6. No hebraico, o seu nome significa "filha do juramento", ou então "sétima filha". Em I Crônicas 3:5, ela é chamada Bate-Sua.
Não se tem muitas informações sobre Betsabá, mas ela geralmente é citada quando se fala da traição do rei Davi para com Urias, mas foi uma mulher importante na histótia biblica principalmente por ser mãe do rei Salomão.